Sobre a Carol

Sempre me encantei com o poder que a comida tem de despertar sentimentos nas pessoas!

A primeira vez que me aventurei numa cozinha de verdade foi no Restaurante Brasil a Gosto. Viver essa experiência com a Chef Ana Luiza Trajano foi muito especial. Depois de passar por todas as praças, entre peixes e carnes, encantei-me pelas sobremesas.

Sabendo disso, a Ana me apresentou para um amigo, Chef Henri Schaeffer, que comandava a patisserie do Le Vin. Trabalhei com ele durante um ano e me apaixonei ainda mais pela confeitaria.

 

Entre um macaron e outro, durante uma de nossas conversas, em que comentava meu desejo de buscar especialização no mundo dos doces, ele me recomendou um curso na L’ecole Olivier Bajard, em Perpignan, sul da França. Fui a primeira brasileira. A cada semana, um chef diferente nos ensinava novas técnicas e compartilhava seus conhecimentos. Eu, diariamente, me deliciava com tanto aprendizado. Literalmente! Essas aulas me renderam alguns quilinhos a mais. Foram cinco meses incríveis!

 

Voltei no final de 2010 para o Brasil, maravilhada com a arte de fazer doces e encantada com o fato de trabalhar com o prazer das pessoas.

Comecei a fazer encomendas em casa. A sala virou depósito e a cozinha meu ambiente de trabalho. Minha mãe, que sempre foi uma cozinheira de mão cheia, se envolveu e passou a me ajudar.

Em 2014, com o apoio indispensável da minha família, conseguimos abrir a Carol Di Dio Pâtisserie. Meu sonho virou realidade.